Página Principal Mapa do Site  |  Contactos  |  Termos e Condições  |  Política de Privacidade

Secções
Catálogo de Títulos
Séries TV
Espectáculos Musicais
Títulos só em Aluguer
Recursos On-line
Distribuidores
 
Últimas Novidades
20th Century Fox / PRIS
Estévez Seven
Filmes Unimundos
FILMS4YOU Cinema
Leopardo Filmes
Midas Filmes
PRIS Audiovisuais
Paramount Pictures / ZON
Sony Pictures / PRIS
Universal Pictures / ZON
Walt Disney / ZON
Warner Bros. / ZON
ZON Audiovisuais
Outras
 
Catálogos Antigos
Atalanta Filmes
Castello Lopes Multimédia
Cine Digital
Costa do Castelo
Divisa Home Video
LNK Audiovisuais
MPAudiovisuais
Prisvideo
Sony Pictures
Universal Pictures
Valentim de Carvalho
 
Pesquisar
 
Facebook
 
    
COLECÇÃO BETTE DAVIS & JOAN CRAWFORD

"Bette and Joan Collection"
(1942-47 - 495m)

SINOPSE

FASCINAÇÃO ("Humoresque") 1946

Helen Wright (Joan Crawford) é uma mulher da alta sociedade habituada a usar e deitar fora tudo o que lhe apetece - roupas, bebidas, homens. Mas quando ela conhece o talentoso violinista Paul Boray (John Garfield), é ela que corre o risco de ser usada e posta de parte. Crawford interpreta uma personagem complexa e profunda, dividida entre o amor incondicional e os impulsos mais egoístas neste penetrante e corajoso ensaio sobre o desejo e o amor. O talento de John Garfield brilha no seu retrato de um homem genial e ambicioso. O filme inclui interlúdios musicais de excepção, nos quais Garfield demonstra uma extraordinária técnica instrumental que na realidade deve-se a dois violinistas: o lendário Isaac Stern que interpretou os temas, e outro instrumentista que emprestou as mãos à filmagem. Bravo!

A VAIDOSA ("Mr. Skeffington") 1944

A quem pertence a cara horrível e desfigurada no espelho? Não será concerteza a de Fanny Skeffington, a mulher mais bela de Nova Iorque. Para Fanny, a beleza sempre foi um instrumento de manipulação e ascensão social. Mesmo depois do casamento, ela nunca desencorajou algum pretendente. Mas agora, a difteria roubou-lhe a sua única qualidade. E sem a sua aparência, ela está perdida. Pela interpretação desta mulher, Bette Davis mereceu a sua oitava nomeação* a um Óscar®. E com o apoio de Claude Rains, no papel do seu dedicado marido, de um elegante guarda-roupa e da sumptuosa banda sonora da autoria de Franz Waxman, Davis conseguiu transformar um "filme para mulheres" numa verdadeira obra de arte. Vejam o seu rosto devastado iluminar-se duma luz interior quando ela encontra a esperança nas palavras, "Uma mulher só é bela quando alguém a ama. Só então." Pura magia.

LOUCURA DE AMOR ("Possessed") 1947

Ela ama-o quando ele desaparece meses a fio. Ela continua a ama-lo quando ele se recusa a casar com ela. Mas quando o insensível David Sutton se decide casar com outra mulher, o amor que Louise Howell sente por ele, transforma-se de maneira inesperada e violenta: se ela conseguir lançar a mão a uma pistola, vai amá-lo... até à morte. Joan Crawford junta-se com o produtor Jerry Wald, responsável por Alma em Suplício, para o filme que mereceu um Óscar® à actriz*, e ganhou mais uma nomeação a Melhor Actriz de 1947 para o seu retrato de Louise, uma mulher instável e irada. «'Amo-te' é uma expressão tão pobre para te dizer que te amo» diz Louise «Nem chega para descrever quanto o amor às vezes dói.» Com Joan Crawford no seu melhor, até a dor sabe bem.

*1942: Melhor Actriz Secundária.
**1942: Melhor Banda Sonora para Filme Dramático ou Cómico.

A ESTRANHA PASSAGEIRA
("Now, Voyager") 1942

Uma delicada história de amor, um apaixonante drama psicológico, a história inspiradora duma transformação física e espiritual. A estranha passageira é tudo isso, e também um marco na carreira de Bette Davis, o filme que lhe valeu a sua sexta nomeação ao Óscar® de Melhor Actriz. Ela interpreta Charlotte Vale, uma mulher solteira que desafia uma mãe dominadora (Gladys Cooper, também nomeada* ao Óscar®) para conhecer o amor, o sofrimento e a felicidade passageira. À magia do talento de Davis juntam-se os outros intérpretes, que compõem um elenco de primeira, a premiada** banda sonora de Max Steiner e um momento improvisado por Paul Henreid que se tornou num verdadeiro clássico: ele acende dois cigarros ao mesmo tempo e oferece um deles a Bette Davis. Se quiser o mais romântico melodrama de todos os tempos, convide esta Estranha Passageira para o acompanhar na viagem.

"Óscar da Academia®" e "Óscar®" são marcas registadas da Academy of Motion Picture Arts and Sciences.

REALIZADORES
Jean Negulesco, Vincent Sherman, Curtis Bernhardt, Irving Rapper.

INTÉRPRETES
Joan Crawford, Bette Davis, ...

VIDEO
Standard 1.33:1 [4:3]
Preto e branco

AUDIO
Inglês Mono

LEGENDAS
Português

OPÇÕES ESPECIAIS
Menus Interactivos
Selecção de Capítulos

DISCOS/LADOS
4 discos de 1 lado

ESTÚDIO(S)
Warner Bros. Pictures

DISTRIBUIÇÃO
Warner Home Video Portugal

INFORMAÇÃO ON-LINE SOBRE O FILME



  DVDpt - Toda a informação sobre DVDs


Mapa do SiteContactosTermos e CondiçõesPolítica de Privacidade



© 1997-2014 Devmedia - Todos os direitos reservados.